O que são Jungle Logdes?

Uma das coisas mais legais e que estava muito ansiosa para fazer era passear pela Floresta Amazônica, entrar contato mesmo com a natureza. Para isso tem 2 opções: a primeira é fazer um passeio de 1 dia pelos hotéis florestas que te levam pelo contato básico com a região e a outra e mais legal é ficar hospedado em uma Jungle Lodge ou Hotel Floresta.

Um pedaço dos 8 km do hotel em meio a Floresta

Esses hotéis ficam instalados na beira do Rio Negro e em meio a Floresta Amazônica, basta abrir a janela do seu quarto que lá está. Existem vários hotéis e eles mesmo te oferecem um menu de passeios que vai desde observar os pássaros e o nascer do sol, até nadar com os botos. Eles programam tudo para você.

Vista para o Rio Negro do quarto do hotel Ariaú

Escolhemos o mais tradicional e conhecido: Ariaú Towers. Antes de decidirmos ficamos muito na dúvida pois lemos que o hotel não estaria no auge, porém lemos também muitas pessoas que disseram que era o único que ficava totalmente dentro da Floresta além de ficar em uma das partes mais bonitas da região. Então decidimos arriscar.

Rio Negro

O Hotel realmente está precisando urgente de uma reforma. Os quartos não são tão modernos mas são confortáveis, a estrutura de todo hotel parece estar meio abandonada mas não se pode negar o que todo mundo já havia dito: A região do hotel é lindaaaaaaaaaa… O por do sol é incrível, ele é realmente integrado dentro da floresta e tem 8km de passarela que você pode caminhar calmamente, onde pode ter a sorte (como eu!) até de encontrar um boto rosa nadando por ali.

Um pedaço do hotel

Para chegar até o Ariaú é necessário percorrer cerca de 2 horas pelo Rio Negro. O barco é providenciado pelo próprio hotel que cuida de tudo,  na reserva basta dizer o horário do seu vôo ou em qual hotel estará hospedado, eles te buscam, te levam até o pier do Hotel Tropical (da onde sai o barco) e o transfer até o hotel acompanhado de um guia que te conta todas as curiosidades da região e sabe responder todas as suas perguntas. O barco sai mais ou menos as 8:00 e retorna todo dia as 16:00.

O caminho pelo Rio Negro para o hotel

Ao chegar no hotel será recepcionado por uma índia da região e muita música . Após ser feito o check in, será designado o seu “guia” durante a hospedagem. É por ele que você reserva todos os seus passeios, tira dúvidas e te avisa de todos os horários.

Muitos passeios estão inclusos na diária e vale a pena serem explorados. Pagamos, na verdade, apenas 1 passeio extra: nadar com os botos rosa; e vou dizer que vale cada centavo.

As refeições também estão inclusas (exceto as bebidas) e são sempre regadas de muita animação e música ao vivo. No cardápio comidas típicas com peixes da região (destaque para o Tambaqui e Pirarucu, esse último o mais gostoso na minha opinião). Ahhh as sobremesas também são típicas.

O dia costuma acabar cedo, já que todos ficam exaustos de todos os passeios e além do dia geralmente começar bem cedo por lá. Mas tem umas redes para descansar e ler um bom livro, além de um bar com coquetéis para um happy hour ou para quem está em turma se divertir, tudo a beira do Rio Negro. 

Depois de tanta atividade, um descanso merecido

Ainda é possível brincar (e brigar por comida) com os moradores mais ilustres da região: os macaquinhos.

O hotel todo, principalmente o restaurante, tem que ser protegido por redes pois os macaquinhos vem furiosos atrás de comidas, é gostoso alimentá-los (apesar de não ser recomendável) e brincar com eles, mas tome cuidado pois eles ficam bravos mesmo. Mas é uma fofura quando vêm os filhotinhos pendurados nas costas da mãe.

Quantos dias ficar? Difícil responder por que depende muito do que você quer explorar na região e quanto tempo tem disponível. Eu fiquei 2 dias (ou 1 noite) e achei (para nós) suficiente. Fiz todos os passeios que queria e ainda sobrou tempo para descansar, passear pela área do hotel e curtir a companhia do maridão e da irmã que foi junto.

Entorno no hotel

-

Mais sobre a viagem de Manaus aqui:

• Resumo da Viagem

• Passeios em meio a Floresta Amazônica

• O lindo Teatro Amazonas

 Encontro das Águas

-