Slideshow shadow
por Filipe

5 cervejas imperdíveis ao redor do mundo

agosto 25, 2013 em Campos do Jordão, Ilhas Fiji, Monte Verde, Polinésia Francesa, Roteiros Imperdíveis, Tailândia por Filipe

roteiros imperdiveis

 

Nos nossos passeios pelo mundo sempre faço questão de experimentar a culinária local, mas o que me interessa mesmo e a degustação de cervejas…Neste post, descrevo as cervejas que mais gostei (até agora) nas provas que fiz durante nossas viagens!!!

• FIJI BITTER

Esta cerveja me marcou muito pois, apesar de ser amarga como o próprio nome sugere, tem um gosto muito suave e é extremamente agradável, principalmente tomando muito gelada ao sol e com a vista do mar de Fiji!!!

Fiji Bitter

Nada melhor do que um mar lindo e uma cerveja gelada

 

• SINGHA

Cerveja tailandesa tipo Pilsen muito popular na Tailandia (comprei até uma camiseta com a marca dela!!), na minha opinião seria como a Skol no Brasil, facilmente encontrada e que cai  muito bem, principalmente com os temperos apimentados tailandeses!!!

Singha

 

• FRITZ

Uma grata surpresa da cidade de Monte Verde, interior de MG, pois fomos visitar a cidade procurando um lugar de refugio e tranquilidade no inverno e acabamos encontrando uma mini-Campos do Jordão, o qual incluía também sua própria cerveja artesanal local, uma cerveja com vários tipos de cervejas como Koelsch, Weiss, Dunkel, Natur e Klar, todas extraordinariamente preparadas!!! Não deixe de visitar a cervejaria e o próprio restaurante do local.

Fritz

Os tipos de cerveja Fritz

Cervejaria Fritz

Placa do restaurante da Cervejaria Fritz em Monte Verde (MG)

 

• BADEN BADEN

A famosa cerveja de Campos do Jordão que eu não poderia deixar de citar, por se tratar de uma cerveja com gosto espetacular, a qual sempre tenho em casa, para tomar com meus amigos…Minha indicação e  minha predileta…

Baden Baden

Apreciando uma Baden Baden em Campos do Jordão

 

• HINANO

Essa cerveja eh simplesmente sensacional… por ser do Tahiti, o lugar mais incrível e lindo que já visitamos. 

Nada mais incrível do que tomar uma super gelada Hinano a beira do mar do Tahiti. Com relação ao gosto, a cerveja Pilsen parece com a  nossa Skol, nada demais, porém não deixe de experimentar a cerveja AMBREE, bastante encoparda, de tom avervelhado que é muito boa…essa eu recomendo!!!

Hinano

A Pilsen do Tahiti

hinano ambree

Hinano Ambrée, a melhor!

QUER CONHECER OS OUTROS ROTEIROS IMPERDIVEIS?

•  Gosta de cerveja? 5 cervejas pelo mundo

• Gosta de praia? 5 praias românticas

• 5 hotéis perfeitos para curtir o dia dos namorados

• Curte um por do sol? 5 incríveis pelo mundo

por Cris

Roteiros Imperdíveis: 5 destinos românticos de praia

março 27, 2013 em Bahamas, Baía de Kotor, Exumas Cays, Ilhas Fiji, Koh Phi Phi, Mexico, Roteiros Imperdíveis, Tulum por Cris

roteiros imperdiveis

Esse ano iremos lançar várias séries diferentes. A primeira delas a ser lançada é justamente o “Roteiros Imperdíveis”.

A intenção é oferecer uma breve introdução sobre 5 destinos de um tema específico que ajudará você a decidir a sua próxima viajem. Vale a pena seguir essa série e participar sugerindo roteiros (manda um email carpediem.blog@hotmail.com)

O primeiro roteiro é para os apaixonados: sou suspeita mas adoro viajar com o marido, só nós dois, acho que renova o casamento, namoro, noivado, enfim e ele é o melhor companheiro que podia ter, nos acertamos como ninguém nas viagens. Outra paixão é praia! Adoro um destino que una calor, sol, praia e mar. Então vou começar com o meu destino favorito: Destinos Românticos de Praia!

Espero que gostem e aproveitem muito as sugestões de roteiros:

Tulum

Não perca o vídeo da nossa viagem para o México aqui.

Nanuya - Fiji

 Veja todos os detalhes das ilhas em que nos hospedamos nas Ilhas Fiji aqui

Baia de Kotor - Montenegro

 Tudo sobre a nossa hospedagem na Baía de Kotor aqui.

Exumas Cays - Bahamas

 Que tal assistir um pouco sobre a nossa aventura nas Bahamas aqui?

Tailândia

 Tudo sobre a nossa viagem a Tailândia tim tim por tim tim aqui

QUER CONHECER OS OUTROS ROTEIROS IMPERDIVEIS?

•  Gosta de cerveja? 5 cervejas pelo mundo

• Gosta de praia? 5 praias românticas

• 5 hotéis perfeitos para curtir o dia dos namorados

• Curte um por do sol? 5 incríveis pelo mundo

por Cris

O aperitivo de Koh Phi Phi

outubro 7, 2012 em Koh Phi Phi, Tailândia por Cris

Chegamos em Koh Phi Phi loucos para explorar as ilhas e as praias, mas resolvemos não ir com tanta sede ao pote e aproveitar cada lugar com calma. Foi então que decidimos conhecer duas ilhas que pertencem a Koh Phi Phi Don: Mosquito Island (yoong Island) e Bamboo Island.

Saindo com nosso long boat rumo as ilhas de Phi Phi Don

Alugamos nosso próprio long boat, para não ficar dependendo de ninguém e poder traçar os nossos próprios horários e roteiro, e lá fomos nós. Confesso que no começo com um pouco de medo afinal o mar é aberto, mas tudo passou em alguns minutos ao chegar em nosso primeiro destino: Mosquito Island. A distância não foi pequena, mas as vistas do caminho são lindas e já valem a viajem.

Mosquito Island

Ao chegar na ilha, nosso motorista achou um cantinho espetacular para “estacionar” o long boat e caimos no mar com nosso snorkel. Mergulhar por lá é algo incrível e inesquecível, pena que nossa máquina aquática nos deixou na mão exatamente nesse dia. 

Achei que depois de conhecer Koh Tao e até mesmo Fernando de Noronha, poucos lugares iriam me surpreender no snorkel, mas estava completamente enganada, Mosquito Island tem um fauna e flora marítima incrível, nunca vi tanto peixe e coral na minha vida reunido em um espaço tão pequeno.

Abismos de pedra, águas esmeraldas e muita vida submarina

É algo realmente imperdível quando se está em Koh Phi Phi, isso sem falar na beleza da ilha em si. A ilha tem uma paisagem espetacular com abismos de pedras, vegetação verdinha e um mar verde esmeralda e já nos dava um pequeno aperitivo do que viria no dia seguinte ao visitarmos Koh Phi Phi Leh. Muito lindo!!

Depois de muito snorkel (como estávamos com o nosso próprio long boat podíamos escolher quanto tempo ficar por ali) resolvemos relaxar na praia de areia fofinha e branquinha da ilha ao lado: Bamboo Island.

Chegando em Bamboo Island

Praia de areia branca e fofinha, água quentinha e cristalina

Por aqui é possível entrar na ilha e aproveitar bem a praia e a areia para tomar um sol. A ilha não possui muita infra estrutura, mas tem banheiros e algumas (poucas!) barraquinhas no seu interior, mas não vá achando que vai encontrar restaurantes ou um almoço reforçado, por lá há apenas lanches e bebidas para enganar a fome.

Dando uma voltinha pelo interior da ilha

Voltando ao hotel com essa vista

Não esqueça que em 2004 a Tailândia, e principalmente as ilhas Koh Phi Phi, foram surpreendidas por um tsunami e por isso por toda ilha várias placas estão espalhadas alertando e mostrando a rota mais rápida para o ponto mais alto da ilha.  Apesar de não ter necessidade de histeria, fique esperto!

 

 

• Nosso roteiro pela Tailândia

• Dicas de Hospedagens pelo país

• Circulando por Bangkok

• Os lindos templos de Bangkok

• Bangkok além dos templos

• Curtindo a noite de Bangkok

• A antiga capital da Tailândia: Ayutthaya!

• Como chegar até as ilhas tailandesas

• Como explorar Koh Pha Ngan

• O paraíso do Golfo da Tailândia: Koh Nang Yuan

• O aperitivo de Koh Phi Phi: Mosquito & Bamboo Island

por Cris

Koh Nang Yuan: A pérola do Golfo da Tailândia

julho 5, 2012 em Koh Nang Yuan, Koh Tao, Tailândia por Cris

O ponto alto da nossa estadia em Koh Pha Ngan certamente foi a possibilidade de passar o dia em Koh Nang Yuan e Koh Tao. As duas ilhas são bem pequenas e ficam próximas de Koh Pha Ngan, cerca de 2 horas em speedboat.

Em Koh Nang Yuan…

Compramos, no próprio hotel, um passeio fechado com a Lomprayah (empresa tailandesa bem conceituada em ferries no Golfo da Tailândia e que também faz diversos passeios) para curtir um dia em Koh Nang Yuan com parada para snorkel em Koh Tao e com almoço e transporte até o píer incluso no preço.

Olha o que nos esperava…. Quer jeito melhor de curtir suas férias?

E foi assim que as 8:00 da manhã estávamos prontos em nosso hotel, embarcando em um van com mais 3 casais para o píer, chegando lá foi só trocar o voucher pelo ticket do passeio e aguardar o speedboat que vem lotado desde Koh Samui.

O speedboat da Lomprayah

O speedboat que embarcamos tem tudo quanto é tipo de gente misturado, pessoas que utilizam apenas como transfer de Koh Samui para as demais ilhas, bem como aquelas que estão no passeio de apenas 1 dia e até aqueles que vão passar o dia todo mergulhando. Apesar disso o barco é bem confortável com uma parte externa e outra interna com ar condicionado, um barzinho e bancos de couro.

Esse é o paraíso: Koh Nang Yuan

Ao chegar em Koh Nang Yuan a beleza e a transparência do mar é algo que deixa qualquer um sem palavras, mas a parada por ali é rápida, pelo menos por enquanto, somos todos colocados em um barco menor e exclusivo para quem está com o tour e seguimos rumo a Koh Tao.

Em Koh Nang Yuan trocamos para um barco menor para seguir a Koh Tao

Koh Tao é um ilha pequenininha e que se transformou na meca do mergulho na Tailândia e no mundo tanto pela diversidade marinha da área quanto pelo custo super em conta. Não desci na ilha propriamente dita mas pareceu destino de muitos mochileiros que procuram um destino barato e com um visual incrível.

Koh Tao

Não demorou muito caímos todos na água com nossos equipamentos de snorkel e que delícia foi o passeio. Não vimos nada muito diferente mas os corais, peixes de diversas cores e tipos estavam todos por lá como numa dança sem fim. Foi lindo!!! Ficamos cerca de 1 hora e meia só mergulhando e desfrutando daquele mar lindo para então seguir para Koh Nang Yuan.

Lipe mergulhando em Koh Tao

Koh Nang Yuan é uma ilha particular (para entrar na ilha é necessário pagar uma taxa, que já está incluída no valor do passeio) e que o dono transformou em um resort lindo! E vou te dizer que essa ilha foi uma das mais bonitas que já vi na vida, na verdade são 3 ilhotas com águas verde cristalinas conectadas entre si por istmos de areia branquinha e soltinha, um verdadeiro paraíso.

Koh Nang Yuan

O almoço que estava incluído era um buffet no próprio resort, mas confesso que a comida do buffet não nos agradou nem um pouco e por isso resolvemos abrir a carteira e investir numa refeição boa (o snorkelling tinha aberto nosso apetite) e posso dizer que a comida a la carte do hotel é excelente, comemos camarão, lula, batatas… hummm…

Nada mal a vista do nosso almoço

E então foi a hora de explorar o resort e a praia, resolvermos ir até o topo de uma das ilhas e fazer um trilha que leva até o ViewPoint, de onde se tem uma vista panorâmica lindíssima de toda ilha. A subida é um pouco castigada (principalmente para sedentários como nós) mas vale todo o esforço feito. Vai por mim, é impossível ir até Koh Nang Yuan e não ir até o ViewPoint.

Iniciando a trilha para o ViewPoint

Vista da praia durante a trilha

E a vista lá de cima da trilha no ViewPoint

Depois de tanto esforço na trilha, nada melhor do que ficar de bobeira nessa praia linda, com águas calminhas de uma cor incrível, temperatura quentinha e areia fofinha e branquinha.

A praia

Vontade de não sair mais

Apesar do passeio ser realmente imperdível e da ilha ser uma das mais lindas (até mesmo comparando com Koh Phi Phi) acho que não me hospedaria lá por mais de 1 ou, no máximo (!!!), 2 noites. Como a ilha é particular não existem muitas atividades a não ser ficar na praia de bobeira ou mergulhar. Talvez ir até Koh Tao que é uma ilha mais movimentada mas que também é menor e também gira em torno do mergulho.

Bye Bye Koh Nang Yuan

-

-

• Nosso roteiro pela Tailândia

• Dicas de Hospedagens pelo país

• Circulando por Bangkok

• Os lindos templos de Bangkok

• Bangkok além dos templos

• Curtindo a noite de Bangkok

• A antiga capital da Tailândia: Ayutthaya!

• Como chegar até as ilhas tailandesas

Como explorar Koh Pha Ngan

• O paraíso do Golfo da Tailândia: Koh Nang Yuan

• O aperitivo de Koh Phi Phi: Mosquito & Bamboo Island

por Cris

Como explorar Koh Pha Ngan

junho 18, 2012 em Koh Pha Ngan, Tailândia por Cris

Koh Pha Ngan respira juventude. Muito mochileiro, muita festa (todos os dias), muitos baldinhos de bebida, muito neon e gente do mundo todo. Mas ainda existe uma Koh Pha Ngan para casais, longe de todo esse borburinho. Nosso hotel era super reservado, apesar de perto de Rin Haad (praia-sede da mudialmente famosa festa Full Moon Party) e de todo o seu agito com restaurantes gostosinhos e lojinhas.

Praia de Leam Lok

A ilha tem estradas para chegar na maioria das praias e o mais comum é alugar as scooters e sair por ai explorando cada pedaçinho. Pensamos seriamente nessa possibilidade, mas o fato de não achar gasolina em todo o lugar, de encontrar várias pessoas queimadas ou acidentadas pelo caminho, estradas em péssimo estado e manutenção precária das motinhas nos fizeram desistir na hora.

Mas ao mesmo tempo queríamos explorar a ilha no nosso tempo e do nosso jeito. Resultado? Alugamos um carro com motorista para o dia todo por cerca de THB 1.500 (aproximadamente R$ 75,00 em Dezembro/2011). O mais engraçado foi que o motorista não falava nada de inglês, pegamos o mapa da ilha e traçamos as praias que queríamos e as que a recepção do hotel nos indicou e lá fomos nós.

A parte mais difícil foi, na verdade, montar esse roteiro; já que a ilha e as distâncias entre as praias são grandes. Se engana quem acha que destino de praia não tem muito o que fazer a não ser ficar sentado na areia da praia do hotel o dia inteiro sem fazer nada, minha experiência é completamente diferente.

E digo Koh Pha Ngan tem tanta coisa para ser visto que não conseguimos ver tudo em um dia. Cachoeiras, trilhas, templos a beira de abismos com vista para praia, praias de cair o queixo.

O único problema da ilha são os acessos as praias, a maioria não tem um acesso visível sendo preciso passar por alguma pousada ou restaurante. Achei isso um transtorno e até um certo despreparo com relação ao turismo, já que todas as praias são públicas.

Então concentramos nosso passeio no lado oeste da ilha devido a maior concentração de ruas e, portanto maior facilidade e rapidez de chegar até as praias.

Mapa da Ilha Koh Pha Ngan com o nosso roteiro em vermelho

Iniciamos na praia do nosso hotel, Haad Seekantang, uma praia particular para dois hotéis (Sarikatang e Cocohut), apesar disso é possível chegar até a praia mesmo sem estar hospedados no hotel. A praia tem mar calmo, sem ondas e com algumas árvores pequenas para arrematar a paisagem. Tranquilidade aqui é a palavra chave!

Praia Relax de Haad Seekantang

Não deixe de caminhar pela passarela que fica em cima de umas pedras no final da praia, a vista de toda a praia é linda! Em especial no por do sol.

A passarela que leva ao extremo sul da ilha (Leam Haad Rin)

Que tal terminar o dia com um por do sol desse?

De lá que tal uma passadinha na famosa praia da Full Moon Party? Haad Rin Nai fica a uma distância possível de chegar a pé e bem na beira da vila de Haad Rin.

Haad Rin Nai, praia da, mundialmente famosa, Full Moon Party

Aqui existem diversos hoteis, albergues, restaurantes, lojinhas. Só fuja dessa praia de manhã cedo, a sujeira da festa da noite anterior com certeza ainda estará lá, mas a tarde é um bom lugar para o “people watching”, descansar e quem sabe até jogar um frescobol.

Aliás, aqui vale um parênteses, Koh Pha Ngan possui apenas duas vilas: Tongsala é a “capital” da ilha, com ruas largas, asfalto bom e lojas maiores, ali está o maior pier da ilha de onde sai o passeio para Koh Nang Yuan, e Haad Rin que é bem menor com ruas bem pequeninas e lojas mais alternativas, bom para bater perna e se perder pelas ruas e lojinhas.

Haad Rin, a vila com personalidade de Koh Pha Ngan

De lá seguimos para Ao Haad Yao, aqui as ondas já são um pouquinho maiores (apesar de ainda bem pequenas), a faixa de areia é estreita e limitada por pedras dos dois lados, alguns restaurantes a beira mar pode ser encontrados e tem uma operadora de mergulho bem a beira mar se quiser aproveitar e marcar o seu mergulho ou então alugar equipamento de snorkel.

Praia de Ao Haad Yao (bom para quem procura bastante sossego)

Pena que o tempo não ajudou

Como o tempo estava ruim resolvemos seguir viagem para Ao Haad Salad e Ao Mae Haad. Na nossa opinião, foram as praias mais bonitas. Verde para todos os lados, mar calmo, água verde esmeralda e a praia um pouco mais ampla.

Águas esmeralda de Ao Mae Haad

Mas não se preocupe pouca gente chega até aqui então a praia não chega a ficar cheia. Gostoso para fazer snorkel apesar de não ter coral, é possível ver vários peixinhos. Mas leve o seu equipamento. Aqui tem bem menos infraestrutura, salvo uma lanchonete de limpeza duvidosa.

Perfeito para snorkel

Para arrematar a beleza de Ao Mae Haad, a praia tem vista para a ilha Koh Ma que é ligada por um istmo de areia e diz ser um belo local para mergulhos.

Ilha de Ko Ma

Istmo ligando Ao Mae Haad e Koh Ma

Na continuação fomos até Ao Chaloklum, uma vilazinha de pescador com uma praia nada atrativa, mas nosso intuito era outro, pegar um barquinho e ir até Ao Haad Khuat ou Bottle Beach (existem alguns barqueiros na beira mar da praia de Chaloklum que aguardam passageiros para a travessia).

Praia deserta no caminho de Chaloklum a Bottle Beach

Bottle Beach é uma praia praticamente deserta, existe apenas um hotel simples, um hostel e um restaurante (que é o mesmo do hotel) cercada vegetação por todos os lados.

Bottle Beach

A única forma de se chegar lá é de barco através de Chaloklum (por isso não aconselho muito a hospedagem por lá). Mas a praia é realmente muito bonita, com mar um pouco mais agitado e areia branquinha para aproveitar o dia ou a tarde na praia.

Barco que nos levou a Bottle Beach

Relaxando depois do nosso simples almoço em Bottle Beach

Além das praias, Koh Pha Ngan tem inúmeras cachoeiras no interior da ilha e alguns templos que ficam no caminho para as praias com vistas lindas para os abismos.

A noite, não deixe de visitar o restaurante Same Same, comprado por duas mochileiras dinamarquesas, o bar é o movimento da noite e o esquenta para a festa que rola na praia a poucos metros dali. Música boa, comida gostosa, bebidas em baldinho e as tintas neons tão comum na Full Moon Party para começar a festa.

Restaurante Same Same bem no começo da noite

Depois de forrar a barriga é hora de passear pela vila, comprar seu óculos e roupas neon, pintar a cara com tinta também neon, escolher a sua opção de bebidas em baldinho (“Drink Bucket”) e festar até o amanhecer em alguma das festas que rolam quase todos os dias.

Drink Bucket rolando solto

Roupas para festar a noite toda

Se quiser fazer compras, Koh Pha Ngan é o lugar para adquirir seu equipamento de mergulho ou snorkel, os preços são mais baratos e a qualidade excelente.

-

-

• Nosso roteiro pela Tailândia

• Dicas de Hospedagens pelo país

• Circulando por Bangkok

• Os lindos templos de Bangkok

• Bangkok além dos templos

• Curtindo a noite de Bangkok

A antiga capital da Tailândia: Ayutthaya!

Como chegar até as ilhas tailandesas

• Como explorar Koh Pha Ngan

O paraíso do Golfo da Tailândia: Koh Nang Yuan

• O aperitivo de Koh Phi Phi: Mosquito & Bamboo Island