Depois do passeio em Cayo Bolívar e de conhecer as melhores praias da ilha, tínhamos mais um dia inteiro para aproveitar em San Andrés; resolvemos então visitar as tão famosas ilhas de Acuário e Johnny Cay.

Resolvemos pagar um pouco mais caro (U$20,00 por pessoa) e fechar um passeio na mesma agência de turismo que fechamos o de Cayo Bolívar. E isso nos fez evitar uma fila ENORME do porto de saída dos barcos, bem como a confusão generalizada do lugar. Sério, passamos por perto na hora de embarcar e foi meio assustador a quantidade de gente que vimos por ali. Acho que valeu muito a pena pagar um pouco mais caro. No preço está incluso o transporte e o preço do boleto de entrada ao parque regional da ilha de Johnny Cay e que custa cerca de U$ 2,00.

Então nos encontramos, novamente, no lobby do hotel Decameron Aquarium e de lá fomos a pé para o local de saída dos barcos, tudo igualzinho ao passeio anterior. De lá saímos em um barco super confortável e com os mesmos procedimentos de segurança.

Mas quando chegamos no Acuário, nossos olhares se cruzaram e nos entendemos de imediato. Impossível segurar tamanha decepção. Lemos tanto a respeito do lugar, que esperávamos algo completamente diferente. Não sei se não pegamos um bom dia (o mar estava um pouco mexido mas nada excessivo) ou se realmente é sempre desse jeito.

Acuario Lotada

A lotação no Acuário

A ilha tem uma faixa de areia muito estreita, mas até ai tudo bem, afinal o paraíso é algo parecido não é mesmo?  O problema é que a pequena faixa de areia é cheia de barracas e guias gritando para todos os lados. Então se você está esperando deitar na areia e relaxar, esqueça! É impossível!

A água do mar é realmente algo de outro mundo. Ali é fácil entender por que a ilha de San Andrés é conhecida como o mar de 7 cores. Mas convenhamos isso é possível detectar em qualquer praia da ilha.

Acuario

Olha a cor do mar do Acuário. De tirar o fôlego.

Ao chegar você é diretamente encaminhado para uma das barracas, onde um guia tenta vender mais um passeio em um barco com fundo de vidro (pago a parte). Nós recusamos obviamente, pois achamos, pelo nome da ilha, que seria muito melhor ver de pertinho, praticando snorkel. Mais uma vez a decepção foi grande.

Nós adoramos snorkel mas a quantidade de gente que vai para lá é tão grande e o negócio é tão sem cuidado e sem controle que não existe mais nada, a não ser um ou outro peixe e um ou outro ouriço. Nada de coral vivo. Mas se mesmo assim você quiser experimentar, nas barracas existem aluguel do equipamento e também lockers para você deixar as suas coisas tranquilas e seguras (tudo pago a parte).

Fizemos esse passeio durante a manhã, mas final da tarde há um outro, feito durante a alimentação das arraias. Mas acredito que também tenha uma quantidade grande de pessoas.

Do ladinho do Acuário fica a ilha de Haynes Cay, uma ilhotinha que você consegue chegar caminhando pela água (mais ou menos no peito, então cuidado com pertences que não podem ser molhados). Por lá, é tudo mais calmo e a chance de relaxar é maior. Só tenha o cuidado para não perder o horário do seu barco, a parada por aqui não costuma ser muito grande.

Acuario e Haynes Cay

Haynes Cay ao fundo, vista do Acuarão

A segunda parte do passeio foi muito melhor: a ilha de Johnny Cay (aquela ilha que é avistada da praia principal de San Andrés), que é bem maior e com bastante estrutura no lado direito do cais da ilha. Acho que teríamos gostado muito mais do passeio se tivéssemos ido direto pra lá. Apesar de também estar bem cheia, gostamos muito por que ela é mais organizada, com mais estrutura, mais faixa de areia para você se esticar e com menos gente tentando te vender tudo a toda hora.

Vista de Johnny cay

Johnny Cay vista da praia principal de San Andrés (olha a cor desse mar, lindo!)

Por lá é possível alugar cadeiras, guarda-sois e até cabaninhas completas. A cor da água também é linda e o mar é bem calminho e gostoso de aproveitar!

aproveitando Johnny Cay

Se você quer isolamento, vá para o lado esquerdo do cais da ilha. Apesar do mar ser um pouco mais agitado e não ter  aluguel de cadeiras, é uma delícia aproveitar praticamente sozinho aquela praia linda.

Johnny Cay vazia

Johnny Cay do lado esquerdo do cais

Recomendo muito conhecer a ilha de Johnny Cay mas, se eu fizesse esse passeio de novo, ficaria apenas por lá e pularia o passeio ao Acuário.

Mais da Colombia

• San Andrés: O Caribe Colombiano

Cayo Bolívar: A ilha deserta de San Andrés

As melhores praias da Ilha de San Andrés

As famosas ilha de Johnny Cay e Acuário

• Dica de hotel perto do Aeroporto de Bogotá

• Dicas do que levar para passar o dia inteiro na praia

  1. Lipe says:

    Oi more,
    Acuario realmente foi uma grande decepção e minha opinião é: não vá!!!!
    Já Johnny Cay foi muito bacana, gostei muito, tb estava bem cheio, mas a infra-estrutura compensa…
    Bju

    • Cris says:

      Olha.. a ilha é pequena e a única atividade ali é aproveitar a praia.
      Então depende do que você gosta!
      Se gostar de ficar na areia e no mar, você vai gostar de ficar um dia inteiro, já que tem bastante estrutura com comida e bebida.
      Mas se você é inquieto e não gosta de ficar no mesmo lugar por muito tempo sem ter o que fazer, então acredito que meio dia é o mais indicado!
      Boa viagem!

  2. giselledeluca says:

    Olá! Você lembra qual o nome da agência de turismo fizeram Cayo Bolívar e Johnny Cay?
    Estou indo em setembro e li alguns relatos que falam mal de algumas agências, como vocês gostaram dessa, queria uma indicação!

    • Cris says:

      Oi Giselle… pior que não lembro o nome da agência. Mas fechei com a agência que tem no hotel Decameron Aquarium.
      Fiz com eles os dois passeios e gostei muito do atendimento.
      E você não precisa ser hospede para reservar. Basta entrar na recepção do hotel e do lado esquerdo está uma porta com a agência, eles atendem todos sem questionar se é hospede ou não (eu sei pois não me hospedei nesse hotel).

      Espero ter ajudado,
      Cris

  3. Aila says:

    Oi Cris, gostaria de saber se no passeio ao acuário, é possível ver as arraias ou melhor seria fazer o outra com esse objetivo ?
    Obrigada !

    • Cris says:

      Oi Aila…
      Vou te ser sincera, eu não vi nenhuma arraia!
      Quando estive pesquisando vi que bastante gente vai para lá e consegue ver. Eu particularmente não vi.
      Acredito que deva ser no horario de alimentação delas, mas não sei qual horário é esse!
      Quando estiver por lá tente ver com seu hotel o horario certinho para ver as arraias para não se decepcionar.

      Espero ter ajudado!
      Abraços,

  4. Leidiane says:

    Ainda não fui, mas já li que da pra aproveitar as duas Ilhas sem a muvuca se inverter os horários. Tipo assim: pela manhã Acuário lotado, entao, vá a tarde e após a tarde Jhony Cau eh quem lota, entao va pela manha! A forma q eu estou planejando fugir do excesso de gente eh um dia para cada ilha, assim, as excursões vem, vão e eu fico p aproveitar!!! Vamos ver se dara certo.

    • Cris says:

      Legal Leidiane… vale tentar!!
      Eu não vi muita graça no Acuário na verdade… não vi peixes, não vi corais, não vi nada na verdade!!! Mas pode ser por causa da muvuca assustou os peixinhos ne?
      Depois volta aqui para contar se sua “estrategia” deu certo. É uma boa dica para os outros viajantes!
      Beijos….

        • Cris says:

          Leidiane… se fizer o passeio por Cayo Bolivar você vai ver muitos peixinhos!! Lá eu gostei bastante de fazer snorkel!!!

  5. Angelica says:

    As praias lá nas ilhas e em San Andres tem pedras e corais na entrada ou só areia? Melhor levar uma sapatiha de mergulho? Obrigada. Bjo

Deixe um comentário para mim: